terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Os 20 mais impressionantes do ano

1º Lugar: Malala Yousafzai

Malala Yousafzai é uma corajosa rapariga paquistanesa de apenas 15 anos que desafiou os talibã ao defender publicamente o direito das mulheres à educação. Ela começou a escrever para o blog da ‘BBC’ utilizando um nome falso em 2009, e continuou a frequentar a escola apesar das ameaças.
Em Outubro de 2012, foi baleada na cabeça. De forma quase milagrosa, Malala sobreviveu. Tornou-se num dos maiores símbolos da resistência no Paquistão.
2º Lugar: Kevin Systrom


O co-fundador e director-geral do Instagram teve um ano memorável. Apesar de a aplicação só ter dois anos de idade, tornou-se extremamente popular – em Março de 2012, contava com mais de 27 milhões de utilizadores. Em Abril, o Facebook comprou-o por 765 milhões de euros.




3º Lugar: Taylor Swift


A rainha da música country, Taylor Swift, teve um ano extraordinário - o álbum ‘Red’ vendeu mais de 1 milhão de cópias só na primeira semana e bateu vários. Swift conseguiu dominar por completo a arte de ser uma artista multifacetada, tornando o seu nome numa poderosa marca, capaz de ter sucesso nas mais diversas áreas.



4º Lugar: Nate Silver


Nate Silver é considerado o génio das estatísticas: quando toda a gente insistia que Mitt Romney ia na frente da corrida das eleições norte-americanas, o estatístico garantia que a vitória era de Obama. Ele acertou nos resultados em todos os estados dos EUA






5º Lugar: John Roberts


O Chefe da Justiça dos Estados Unidos ficou conhecido este ano por ir contra a intenção de voto do seu partido e aprovar as reformas na saúde propostas por Obama.




6º Lugar: Pussy Riot


As Pussy Riot tornaram-se mártires na Rússia depois de protestarem contra a Vladimir Putin, na altura candidato à presidência do país. Foram presas e acusadas de vandalismo motivado por ódio religioso. 



7º Lugar: Elon Musk


Elon Musk é um dos empreendedores mais inspiradores deste ano. Envolvido na estruturação de empresas como a Tesla Motors, Paypal e SpaceX, esta última conseguiu até ser a primeira do mundo a vender um voo comercial à Lua. Em 2012, Elon fez História ao conseguir que a primeira empresa privada do mundo enviasse uma nave para a Estação Espacial Internacional. 






8º Lugar: Jim Messina


Em 2011, o director de comunicação da Casa Branca, Dan Pfeiffer, classificou o então chefe-adjunto do gabinete da residência oficial do Presidente dos Estados Unidos, Jim Messina, como “a pessoa mais poderosa de que você nunca ouviu falar.” 

Hoje isso já não é necessariamente verdade. Messina ganhou reconhecimento nacional e internacional depois de se tornar no gerente da campanha eleitoral de Barack Obama nas eleições presidenciais de 2012. Messina foi elogiado por criar uma das campanhas mais eficazes e inovadoras de sempre.





9º Lugar: Marissa Mayer


Em Julho, Marissa Mayer tornou-se na directora-geral da Yahoo!. Desde então, ela conseguiu grandes mudanças na empresa, nomeadamente ao redesenhar o site e ao criar um novo sistema de e-mail. 


Marissa Mayer


10º Lugar: As pessoas por detrás do Curiosity


No dia 5 de Agosto, a NASA fez História ao lançar para Marte o Curiosity, um robot capaz de levar a exploração dos outros planetas a um nível nunca antes visto. Em pouco tempo, o Curiosity descobriu um riacho, investigou estranhas partículas brancas na areia e analisou o solo, as rochas e o ar. Mas, obviamente, nenhum dos feitos extraordinários do robot seria possível sem a equipa que conseguiu torná-lo operacional. 






11º Lugar: Joe Lhota


Após o furacão Sandy, Joe Lhota conseguiu restaurar os serviços do metropolitano de Nova Iorque em tempo recorde: 72 horas após a tempestade, grande parte das linhas já tinha sido restaurada, e uma semana depois a circulação do metro estava novamente operacional nas zonas mais afectadas. 

Durante este período, Joe Lhota fez questão de manter toda a gente informada do que se estava a passar através da sua conta do Twitter. Agora, muitos esperam que ele concorra à presidência da Câmara Municipal de Nova Iorque. 

12º Lugar: LeBron James


LeBron James venceu o seu primeiro título da NBA este ano, solidificando o seu nome como um dos mais dominantes do mundo do basquetebol. 




13º Lugar: Tony Hsieh


O director-geral da Zappos, uma empresa de comércio de roupa, calçado e acessórios, está a investir 265 milhões de euros para transformar Las Vegas. O plano consiste em gastar 152 milhões de euros no sector imobiliário, 38 milhões de euros em novas empresas de tecnologia, 38 milhões em pequenas empresas e outros 38 milhões nas artes e cultura. 

O objectivo? Transformar a área central da cidade de Las Vegas num bairro urbano denso, povoado por artistas, empresários e funcionários de empresas tecnológicas. É um dos planos de revitalização não convencionais mais drásticos da história de qualquer cidade americana.


14º Lugar: Lena Dunham


Em 2012, Lena Dunham deixou de ser a realizadora independente pouco conhecida que era para passar a dirigir a série de sucesso ‘Girls’, da ‘HBO’. O programa já venceu um Emmy e foi nomeado para dois Globos de Ouro.





15º Lugar: Mario Draghi


Há um ano atrás, a Zona Euro parecia estar à beira do colapso. A única réstia de salvação residia no Banco Central Europeu (BCE), a única entidade na Europa com quantidades ilimitadas de dinheiro. Mas havia um problema: o poder do BCE era limitado, e existia uma forte influência dos alemães, que eram contra a emissão de moeda para pagar a dívida pública.

E foi precisamente neste ponto que Mario Draghi ajudou a salvar o projecto. No final de 2011, ele anunciou um programa em que todos os bancos da Zona Euro poderiam pedir dinheiro a juros mais baixos, utilizando todo o tipo de garantias, por um período até três anos. 

No Verão, Draghi anunciou um novo esquema que permitia ao BCE comprar dívida pública dos países em quantidades ilimitadas, desde que estes se comprometessem em fazer reformas. Mais uma vez, os alemães não gostaram, mas Mario Draghi conseguiu dar a volta e avançar com a medida. 



16º Lugar: Gabrielle Douglas


Nos Jogos Olímpicos de 2012, a adolescente de 16 anos tornou-se na primeira afro-americana a vencer uma medalha de ouro na categoria individual e de equipa das competições de ginástica.





17º Lugar: R.A. Dickey


Depois de mais de uma década a entrar e a sair das ligas mais importantes de basebol, Dickey alcançou este ano o impensável. Aos 37 anos, o norte-americano ganhou 21 jogos, venceu um dos maiores batedores de sempre e tornou-se no primeiro ‘pitcher’ que ainda lança knuckleballs a ganhar o Cy Young (prémio que distingue os lançadores da temporada).






18º Lugar: Hillary Clinton


Hillary Clinton viajou para 42 países sozinha este ano, respondendo à crise na Síria, Líbia e Coreia do Norte, ao mesmo tempo que tentava mudar a imagem dos Estados Unidos no Médio Oriente. Decidiu abandonar o cargo de Secretária de Estado dos Estados Unidos este ano – em 2013 vai ser substituída por John Kerry. 

Ainda assim, deixa a administração bastante mais popular do que quando entrou – os níveis de aprovação são os mais elevados da sua carreira, rondando os 70%.





19º Lugar: Chris Christie


Depois de recusar por diversas vezes a liderança do partido republicano, Chris Christie foi este ano uma das figuras de destaque na política norte-americana. O governador de New Jersey, uma das zonas mais afectadas pelo furacão Sandy, foi considerado excepcional na forma como lidou com o desastre natural - tornou-se no governador mais popular de sempre nesse estado. 






20º Lugar: Felix Baumgartner

O pára-quedista austríaco entrou para a História no dia 14 de Outubro quando saltou de uma altitude superior a 39 mil metros. Entre vários outros recordes mundiais, o homem de 43 anos ultrapassou a barreira do som.






*Retirado do Site da Revista Sábado :)

3 comentários:

Carolina disse...

Boa selecção.

Emma Scott disse...

Interessante. Gostei.

Catarina disse...

O primeiro lugar é mais do que merecido!
O LeBron já é, muitas vezes, mais do que comparado, igualado ao fenómeno Michael Jordan!