quinta-feira, 4 de outubro de 2012

É assim na Suécia....

  
   Na Suécia, os deputados são cidadãos normais, sem mordomias desnecessárias e despesistas...  Estão a cumprir um dever cívico e a defender uma causa comum. O Rei perdeu todos os seus poderes e apenas possui uma simbologia histórica institucional. Não é por acaso que a democracia sueca é considerada a mais próxima da perfeição, a nível mundial!
    
   Será isto utópico em Portugal? Poderá isto alguma vez acontecer num país como o nosso? Terão algum dia os nossos "representantes", mentalidade e bom senso para olhar para este caso?



2 comentários:

microcéfalo disse...

Cá os políticos vão para a política, por não servirem para mais nada enquanto cidadãos normais.
Muitos aproveitam a carreira política para dar o salto (parece-me que isto foi aqui falado...) para lugares de topo em empresas que ajudaram a vender, ou a criar, enquanto membros do governo. :/

Carolina disse...

Foi essa a percepção que tive quando lá estive. Por causa desses "cortes" e por causa dessas "regras", os suecos podem ter outras regalias que, aqui, são impensáveis.