domingo, 16 de setembro de 2012

Paulo Morais abre o livro

   Querem ter uma injeção de informação sobre casos concretos de fraude, conflito de interesses, falta de ética e transparência dentro da política portuguesa?
   Querem saber a verdade sobre a inutilidade e a inatividade da Comissão da Ética da AR?
   Querem saber porque é que a Assembleia acaba por ser uma "sociedade de advogado open-space"?


   Paulo Morais (vice-presidente da ONG Transparência e integridade e ex-vice-presidente da Câmara do Porto).



Um comentário:

Inês de Sousa disse...

Pois.
Enquanto estas coisas não mudarem a coisa não anda para a frente. Mas quem as vai mudar? O problema é esse.