sábado, 22 de setembro de 2012

O Papiro que tem uma palavra a dizer...

Papiro não influencia doutrina católica, diz Vaticano


   Este papiro que vocês estão a ver na imagem de cima, revelou uma mensagem de Jesus, na qual se pode ler - em copta, a língua dos antigos cristãos que habitavam no Egito - a frase: "Jesus disse-lhes: 'A minha mulher'".
   Isto levanta logo uma questão sobre a possibilidade de Cristo ter sido casado e se Maria Madalena terá sido ou não a sua esposa...
   Isto levanto acesos debates no seio da Igreja Católica sobre a presença do Matrimónio e da Sexualidade na vida do Messias.
   A autenticidade do documento ainda está em averiguação, mas aquilo que podemos esperar é uma nova forma de equacionar a possibilidade da eliminação do voto de celibato dos padres, num futuro a médio ou longo prazo. Eu sou da opinião, que é perfeitamente possível Jesus ter sido casado e que os padres deveriam ter direito a ter uma vida conjugal!

O que pensam vocês sobre este assunto? ;) 

3 comentários:

Carolina disse...

Temos a mesma opinião, amor. Qual é o problema afinal?! Impedir que os padres tenham aquilo que nós temos [ou parecido] é absolutamente ridículo...
É perfeitamente possível que Jesus tenha sido casado e que os padres também o façam. Aliás, há religiões que o permitem!

Cristiana M. disse...

Sou católica ou melhor, sou mais de "Acredito em Deus, não na Igreja!". Acredito em Jesus e nos seus milagres. Mesmo assim, a ideia de ele ter sido casado e de poder ter tido filhos, não me faz confusão nenhuma. Aliás, acho que até o transforma num 'deus' mais próximo dos crentes! Tudo o que a Igreja diz sobre isso é, para mim, apenas aquilo que eles gostariam que fosse verdade para não terem de admitir, mais uma vez, que estavam errados e que a sua doutrina acenta em alguns factos não verdadeiros. Ainda assim, desconfio da origem, e da veracidade, do papiro.

Pulseira disse...

Sou católica tenho a minha fé, mas a Instituição Igreja tem muita coisa do qual não concordo e não consigo liga-la a Jesus. Acredito que a relação de Jesus possa ter sido possível.
Quanto ao casamento, acho ridículo não o poderem fazer, isso só faz com que, tenham relações escondidas.